Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A produtividade em Ipads deixa um pouco a desejar, já que as ferramentas para produzir textos, apresentações e folhas de dados raramente são totalmente compatíveis e ausentes de "bugs". Para visualizar os formatos do Microsoft Office, que são os mais comuns no que toca a trabalhos para a faculdade, a história repete-se. Há sempre qualquer coisa fora do sítio ou que nem sequer aparece. Isto não acontece com os tablets da Microsoft, os Surface, que são dos melhores para quem quer ter produtividade e portabilidade.

 

No entanto, parece que isto vai mudar. Segundo li, a Microsoft está prestes a tornar disponível uma versão do Office para o Ipad. Isto deverá ocorrer durante os primeiros seis meses do ano e poderá ser necessário fazer uma subscrição do programa Office 365.

Office Ipad

 Quanto à posição da Microsoft, tenho dúvidas quanto a esta "jogada". Podem ter bons ganhos, porque irão obrigar os utilizadores a subscrever um serviço pago. Contudo, o que não falta aí são "piratas cibernéticos" prontos para tornar disponível o Office à borla. Ou seja, a Microsoft perde o lucro das subscrições e perde o lucro da compra dos tablets Surface (que, diga-se de passagem, não devem ser assim muitos) porque os Ipads passam a ter a mesma produtividade.

 

Vamos lá ver. Para já parecem ser excelentes notícias para os detentores de um Ipad. Não sei se será compatível com todos os modelos. Logo se saberá à medida que as coisas forem avançando, mas pode-se assumir que os donos de um Ipad (não são poucos) não terão de esperar muito por um conjunto de programas decente e compatível para realizar os seus documentos.

fonte

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:32

Boas! Estou de volta :D

Esta época de exames foi um bocado exigente, por isso, em termos práticos, o meu ano novo começa agora.

E com ele voltam os posts aqui no blog!

Tantas coisas novas a acontecer e que tenho para vos falar, mas para já vou começar pela InkCase.

InkCase

InkCase é uma capa para o smartphone que utiliza a tecnologia eInk Mobius (a mesma do Digital Paper), como obviamente não poderia deixar de ser. É semelhante à forma como a Yota Devices usa a eInk no seu YotaPhone. Esta capa recebe várias informações do telemóvel, como seja texto, imagens, actualizações do Twitter e Facebook, entre outras. Assim, é possível:

 

  1. Ler ebooks como num e-reader. Existe uma aplicação (EpiReader) que é própria para abrir textos e enviá-los para a capa. Esta depois reproduz a informação e permite também passar as páginas utilizando uns botões próprios da capa ou do telemóvel.
  2. Persnalizar a parte de trás do telemóvel. Podemos colocar qualquer imagem à nossa escolha na capa e modificá-la a nosso gosto, tornando-a exclusiva.
  3. Poupar a bateria do smartphone. Enquanto utilizamos a capa, como é uma tecnologia de baixo consumo energético, gastamos muito menos a bateria. A quantidade de vezes que acendemos o telemóvel só para ver as horas ou mensagens ou qualquer outro tipo de actualizações é o suficiente para perder uma boa parte da bateria. Com esta tecnologia já não será necessário acender o telemóvel para verificar esse tipo de informações, porque passam a estar disponíveis na capa.

 

Mas atenção que ainda só é compatível com o Iphone 5, o Samsung Note II e o Samsung Galaxy SIV. Acredito que farão para mais modelos, se se justificar.

 

Nem uma semana se passou desde que escrevi este texto e já tinha encontrado notícias novas sobre esta empresa: apresentaram um novo modelo da InkCase numa feira americana de tecnologia móvel. Este novo modelo chama-se InkCase Lite e estará disponível para todos os modelos de smartphone disponíveis no mercado, o que é um bom avanço. Uma coisa que eu ainda não referi é o preço. Como estas capas usam tecnologia eInk mais recente e leve (a Mobius), vão ser um bocado caras. Ainda não há informação definitiva, mas, por exemplo, a do Iphone5 será $149. (Fonte: Goodereader)

 

É uma boa opção para aqueles que ficaram deslumbrados com o YotaPhone, mas já têm um smartphone e querem ter uma experiência paper-like.

 

Deixo-vos aqui o vídeo promocional, que na minha opinião está um pouco lamechas:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:30

Entrada em 2014

por M, em 01.01.14

Aqui está o primeiro post de 2014!

Começamos com uma bela imagem de um e-reader que, embora já tenha sido lançado há uns anitos, continua a ser dos melhores já feitos. Usei-o agora para vos dedicar votos de bom ano :)

 

Este ano espero que:
  • A Sony faça o lançamento do seu promisor e-reader para estudantes aqui na Europa, e que seja mais barato do que o seu valor actual.
  • O mercado de e-readers ganhe mais visão a nível nacional, especialmente pelos estudantes, devido às suas vantagens (que cada vez são mais).
  • Mais e mais pessoas utilizem o Neobux, uma empresa portuguesa fabulosa que precisa de maior divulgação aqui no nosso país.
  • A adfamilies, outra empresa nacional, do mesmo género e ainda a dar os primeiros passos, se desenvolva e se torne cada vez melhor.
  • Tenha mais tempo para fazer mais publicações aqui no blog, para vos manter actualizados sobre que se passa no mundo dos e-readers e de particular interesse para um estudante.
De resto, espero que atinjam as vossas metas, tal como eu desejo atingir as minhas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:04

Natal no Neobux

por M, em 12.12.13

Durante a época natalícia, o Neobux enfeita a sua página com decorações de Natal: o nome do site fica com um gorro de Pai Natal, a página inicial tem neve a cair, os próprios utilizadores têm a opção de ver neve a cair enquanto navegam pelo site e os anúncios também têm uma surpresa quando carregamos neles. Mais uma razão para que este seja o melhor site PTC do mundo.

 

Além de criar um ambiente natalício, o administrador Fernando também gosta de nos por bem dispostos de outras maneiras. Por isso, por esta altura, começam a aparecer promoções que tornam mais barata a renovação de referidos e a renovação e compra de packs Golden.

Ontem surgiu a primeira promoção :)

Eu e muitos outros utilizadores aproveitamos estas promoções para renovar/extender o aluguer dos nossos referidos a um preço mais reduzido e assim conseguimos poupar mais dinheiro e obter mais lucro.

Este é um dos truques para se aumentar os ganhos no Neobux: renovar durante as promoções, sempre que possível.

 

Voltando ao tema natalício, costuma haver também um jantar de Natal organizado pelo próprio Fernando, feito em Portugal, geralmente na área do Porto. Nunca pude ir a nenhum, ainda, e este ano parece que não vai haver tempo para fazer, mas vamos esperar para ver.

 

Reparei que já foi há um mês que escrevi sobre o Neobux e que nesse post deixei o saldo da minha conta. Passado um mês vejam como está agora:

 

Ganhei quase $20 em 1 mês! Nem tudo é lucro, como é óbvio. Em lucro ficará à volta de $15.

Tudo isto é conseguido com persistência e paciência, clicar todos os dias, todos os anúncios (especialmente os amarelos). Sempre que possível clicar nos AdPrizes (foi assim que ganhei o Membro Golden e fiz a minha conta crescer exponencialmente). Fazer mini-trabalhos: há algumas opurtonidades que dão bastante dinheiro.

 

Muitos registam-se e desistem logo. Alguns nem clicam em anúncio nenhum.

Se vêm atrás do dinheiro em grande quantidade, rápido e fácil mais vale nem perderem tempo a fazer o registo. O Neobux é site que prima pela excelência, não é nenhum desses esquemas que prometem dinheiro rápido e fácil (nota: isso é irreal). Ainda há dias resolvi experimentar um site que prometia $2 por ler uma notícia... Nem durou 1 mês. Isso não existe nem nunca existirá. Esses sites só servem para guardar os nossos dados e depois fazer SPAM, etc.

 

A conta tem de ser construída com alguma dedicação e paciência. Lembrem-se destas palavras-chave!

Lembrem-se que não há almoços grátis! O Neobux é um site que vos permite construir uma conta estável e rentável a longo prazo, depois verem muitos anúncios, de arranjarem referidos (quer directos, quer alugados) e de fazerem mini-trabalhos (das melhores coisas para crescer a nossa conta). O site nem vos deixa participar no fórum se não virem 250 anúncios. Também não deixa angariar referidos directos se não permanecerem registados durante 15 dias e terem visto 100 anúncios.

 

Portanto, é possível construir a conta do 0, sem investimento, mas não podemos ser derrotistas. Se entramos no Neobux, se queremos fazer dinheiro, temos de fazer por crescer a nossa conta.

 

É claro que se investirem, nem que seja 5€ já conseguem dar um grande empurrão na vossa conta. Quem puder e quiser investir para comprar membro Golden faz muitíssimo bem! Quando chegamos a esse patamar os ganhos sobem para mais do dobro!

No entanto, não se pode começar logo a sonhar alto, como já me fartei de dizer.

 

Podem pedir-me conselhos pelo blog ou através do fórum do Neobux, que já tem por lá muitas dicas.

 

Bem, o tópico fugiu um pouco ao tema natalício, mas achei importante reflectir sobre isto.

Bons ganhos a todos!

 

P.S.: Para quem ainda não conhece o Neobux, está aqui um tópico introdutório.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:56

Saiu hoje no Público uma notícia sobre um novo telemóvel, o YotaPhone, produzido na Rússia que tem uma particularidade muito interessante: tem 2 ecrãs e um deles é de papel electrónico (electronic paper display, EPD). Isto pode ser o início de uma grande expansão do papel electrónico, que pode ter repercussões fortes no mercado dos ebooks e dos e-readers!

 

O telemóvel foi pensado para combater o problema da falta da bateria. No geral, os telemóveis smartphones aguentam cerca de 6-8h em constante utilização. Já vimos que os e-readers têm grande vantagem sobre a autonomia quando comparados seja com telemóveis, computadores, tablets, etc. E esta vantagem é conferida por se servirem da tecnologia de papel electrónico, que praticamente só consome energia quando a informação no ecrã muda (como virar a página do livro). Portanto, um telemóvel que integre esta tecnologia estará no bom caminho para aumentar a sua autonomia (ainda não foram revelados os valores de autonomia)

O ecrã de tinta electrónico fica na parte de trás do telemóvel, tem as 16 escalas de cinzento e uma resolução baixa, de 360x640 pixels (em contraste com a resolução de 720x1280 pixels do ecrã principal). Tal como o ecrã principal, o de EPD também é touch e parece bastante bem integrado com as funções do smartphone. Pode ser utilizado para mostrar as SMSs recebidas, alertar para eventos de calendário, ler livros (como é óbvio!) ou apenas mostrar imagens que gostemos, tornando-o um telemóvel bastante personalizável.

 

Quanto a especificações importantes, este telemóvel é Android Jelly Bean (4.2.2), tem um processador dual-core de 1.7GHz, 2GB de memória RAM e memória interna expansível até 32GB. Pesa 146g e ainda vem equipado com duas câmaras. Não tenho a certeza que o ecrã de tinta electrónica seja da E-ink.

 

No site oficial já está disponível a pré-compra deste aparelho, que custará cerca de 499 euros.

 

Outro telemóvel que, este sim, utiliza a tecnologia da E-ink, está a ser desenvolvido pela Onyx e tem venda prevista para finais de 2013 (embora não ache que se venha a concretizar).

Esta é uma empresa chinesa, conhecida por fabricar e-readers e que desde o ano passado que está a desenvolver um telemóvel ("E-phone") cujo ecrã é totalmente de papel electrónico. Isto tem o seu mérito, mesmo que tenha alguns inconvenientes enquanto tecnologia a preto e branco.

 

Tem um processador de 1GHz, 512MB de memória RAM e 512 MB de memória interna expansíveis com cartão microSD até 32GB. Tem sistema operativo Android Gingerbread (2.3) e um ecrã com resolução boa, de 480x800 pixels.

 

Veremos como isto corre, como será a adesão, mas acredito que faça sucesso e que mostre as maravilhas do papel electrónico a quem ainda não sabe que ele existe.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:50


Mais sobre mim

foto do autor





Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D