Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Nem sei se deva chamar e-reader ao Digital Paper da Sony (DPT-S1). Tem 13.3'' e, por enquanto, só lê PDFs. Ou seja, não lê outros formatos de ebooks.

 

DPT-S1

 

O e-reader tradicional tem 6'', ecrã feito com papel electrónico, bateria longa e lê vários formatos de livro digital (os ebooks). Este da Sony tem mais do quádruplo da dimensão e não lê mais do que PDFs. Continua a ter tecnologia de papel electrónico, bateria longa e tudo isso. Mas é muito mais dedicado a documentos e livros técnicos, de estudo. Um e-reader tradicional foi desenhado para imitar a leitura de um livro "convencional", romances, policiais, ficção, etc.

Para mim, e-readers de grande dimensão encaixam numa categoria à parte e deveriam ter um nome mais específico, porque não são propriamente feitos para ler um livro tranquilamente num jardim, na praia, no sofá. O Sony DPT-S1 continua a ser leve o suficiente para segurar apenas com uma mão, mas não dá para transportar numa mala pequena. Nem nunca pensaria em comprar um e-reader tão grande se só quisesse ler romances.

 

Ao falar do Digital Paper, que começou a aparecer em Maio do ano passado e que foi posto à venda em Dezembro no Japão, começamos a pensar se outras empresas não estarão a produzir aparelhos semelhantes. Especialmente depois das informações desanimadoras que a Sony revelou.

E a verdade é que há uma empresa que já apresentou um e-reader com dimensões iguais e outra que por enquanto anda só a pensar nisso.

 

As outras empresas que, tal como a Sony, estão a desenvolver e-readers de 13.3'' são a Onyx Boox e a PocketBook. A primeira é uma empresa Chinesa e a outra é Russa. Ambas trouxeram bons contributos para o mundo dos e-readers.

  • Da Onyx temos, por exemplo, o M92, um e-reader pioneiro, dos melhores para ler PDFs, porque tem 9.7'' e caneta digital.
  • Da PocketBook temos a CoverReader, uma capa de papel electrónico para o Galaxy S4, ou o Color Lux, o primeiro e-reader de 8'' com tecnologia Eink Triton (cores) e luz.

 

A PocketBook já apresentou o seu e-reader de 13.3'', chamado CAD reader e pensa pô-lo à venda em Agosto deste ano. Tal como o DPT-S1, também inclui caneta digitalizadora. É mais direccionado para arquitectos, mas corre Android completo, ou seja, podemos instalar aplicações que permitam lidar com PDF's e outros formatos de ebooks. Na parte dos contras temos o ecrã ainda em vidro, o que o torna bem mais pesado que o da Sony...

CAD reader

Até agora quem deu mais notícias foi, de facto, a Sony. Já fez um update ao firmware do DPT-S1, já deu conferências de imprensa e anda a tentar arranjar parceiros que comercializem o aparelho. Provavelmente em Maio vai colocá-lo à venda na América por $1100, o que equivale a €800.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:26

A produtividade em Ipads deixa um pouco a desejar, já que as ferramentas para produzir textos, apresentações e folhas de dados raramente são totalmente compatíveis e ausentes de "bugs". Para visualizar os formatos do Microsoft Office, que são os mais comuns no que toca a trabalhos para a faculdade, a história repete-se. Há sempre qualquer coisa fora do sítio ou que nem sequer aparece. Isto não acontece com os tablets da Microsoft, os Surface, que são dos melhores para quem quer ter produtividade e portabilidade.

 

No entanto, parece que isto vai mudar. Segundo li, a Microsoft está prestes a tornar disponível uma versão do Office para o Ipad. Isto deverá ocorrer durante os primeiros seis meses do ano e poderá ser necessário fazer uma subscrição do programa Office 365.

Office Ipad

 Quanto à posição da Microsoft, tenho dúvidas quanto a esta "jogada". Podem ter bons ganhos, porque irão obrigar os utilizadores a subscrever um serviço pago. Contudo, o que não falta aí são "piratas cibernéticos" prontos para tornar disponível o Office à borla. Ou seja, a Microsoft perde o lucro das subscrições e perde o lucro da compra dos tablets Surface (que, diga-se de passagem, não devem ser assim muitos) porque os Ipads passam a ter a mesma produtividade.

 

Vamos lá ver. Para já parecem ser excelentes notícias para os detentores de um Ipad. Não sei se será compatível com todos os modelos. Logo se saberá à medida que as coisas forem avançando, mas pode-se assumir que os donos de um Ipad (não são poucos) não terão de esperar muito por um conjunto de programas decente e compatível para realizar os seus documentos.

fonte

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:32

Entrada em 2014

por M, em 01.01.14

Aqui está o primeiro post de 2014!

Começamos com uma bela imagem de um e-reader que, embora já tenha sido lançado há uns anitos, continua a ser dos melhores já feitos. Usei-o agora para vos dedicar votos de bom ano :)

 

Este ano espero que:
  • A Sony faça o lançamento do seu promisor e-reader para estudantes aqui na Europa, e que seja mais barato do que o seu valor actual.
  • O mercado de e-readers ganhe mais visão a nível nacional, especialmente pelos estudantes, devido às suas vantagens (que cada vez são mais).
  • Mais e mais pessoas utilizem o Neobux, uma empresa portuguesa fabulosa que precisa de maior divulgação aqui no nosso país.
  • A adfamilies, outra empresa nacional, do mesmo género e ainda a dar os primeiros passos, se desenvolva e se torne cada vez melhor.
  • Tenha mais tempo para fazer mais publicações aqui no blog, para vos manter actualizados sobre que se passa no mundo dos e-readers e de particular interesse para um estudante.
De resto, espero que atinjam as vossas metas, tal como eu desejo atingir as minhas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:04

Natal no Neobux

por M, em 12.12.13

Durante a época natalícia, o Neobux enfeita a sua página com decorações de Natal: o nome do site fica com um gorro de Pai Natal, a página inicial tem neve a cair, os próprios utilizadores têm a opção de ver neve a cair enquanto navegam pelo site e os anúncios também têm uma surpresa quando carregamos neles. Mais uma razão para que este seja o melhor site PTC do mundo.

 

Além de criar um ambiente natalício, o administrador Fernando também gosta de nos por bem dispostos de outras maneiras. Por isso, por esta altura, começam a aparecer promoções que tornam mais barata a renovação de referidos e a renovação e compra de packs Golden.

Ontem surgiu a primeira promoção :)

Eu e muitos outros utilizadores aproveitamos estas promoções para renovar/extender o aluguer dos nossos referidos a um preço mais reduzido e assim conseguimos poupar mais dinheiro e obter mais lucro.

Este é um dos truques para se aumentar os ganhos no Neobux: renovar durante as promoções, sempre que possível.

 

Voltando ao tema natalício, costuma haver também um jantar de Natal organizado pelo próprio Fernando, feito em Portugal, geralmente na área do Porto. Nunca pude ir a nenhum, ainda, e este ano parece que não vai haver tempo para fazer, mas vamos esperar para ver.

 

Reparei que já foi há um mês que escrevi sobre o Neobux e que nesse post deixei o saldo da minha conta. Passado um mês vejam como está agora:

 

Ganhei quase $20 em 1 mês! Nem tudo é lucro, como é óbvio. Em lucro ficará à volta de $15.

Tudo isto é conseguido com persistência e paciência, clicar todos os dias, todos os anúncios (especialmente os amarelos). Sempre que possível clicar nos AdPrizes (foi assim que ganhei o Membro Golden e fiz a minha conta crescer exponencialmente). Fazer mini-trabalhos: há algumas opurtonidades que dão bastante dinheiro.

 

Muitos registam-se e desistem logo. Alguns nem clicam em anúncio nenhum.

Se vêm atrás do dinheiro em grande quantidade, rápido e fácil mais vale nem perderem tempo a fazer o registo. O Neobux é site que prima pela excelência, não é nenhum desses esquemas que prometem dinheiro rápido e fácil (nota: isso é irreal). Ainda há dias resolvi experimentar um site que prometia $2 por ler uma notícia... Nem durou 1 mês. Isso não existe nem nunca existirá. Esses sites só servem para guardar os nossos dados e depois fazer SPAM, etc.

 

A conta tem de ser construída com alguma dedicação e paciência. Lembrem-se destas palavras-chave!

Lembrem-se que não há almoços grátis! O Neobux é um site que vos permite construir uma conta estável e rentável a longo prazo, depois verem muitos anúncios, de arranjarem referidos (quer directos, quer alugados) e de fazerem mini-trabalhos (das melhores coisas para crescer a nossa conta). O site nem vos deixa participar no fórum se não virem 250 anúncios. Também não deixa angariar referidos directos se não permanecerem registados durante 15 dias e terem visto 100 anúncios.

 

Portanto, é possível construir a conta do 0, sem investimento, mas não podemos ser derrotistas. Se entramos no Neobux, se queremos fazer dinheiro, temos de fazer por crescer a nossa conta.

 

É claro que se investirem, nem que seja 5€ já conseguem dar um grande empurrão na vossa conta. Quem puder e quiser investir para comprar membro Golden faz muitíssimo bem! Quando chegamos a esse patamar os ganhos sobem para mais do dobro!

No entanto, não se pode começar logo a sonhar alto, como já me fartei de dizer.

 

Podem pedir-me conselhos pelo blog ou através do fórum do Neobux, que já tem por lá muitas dicas.

 

Bem, o tópico fugiu um pouco ao tema natalício, mas achei importante reflectir sobre isto.

Bons ganhos a todos!

 

P.S.: Para quem ainda não conhece o Neobux, está aqui um tópico introdutório.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:56

Para continuação do meu desânimo, o e-reader de 13.3'' da Sony só vai ser vendido a empresas e universidades. Ou seja, não vai ser vendido em site oficial, como a Reader Store, directamente aos consumidores. Apenas vai estar disponível para venda através de contacto com a Sony ou então através do site de vendas Japonês Rakuten.

 

 

Por um lado isto é positivo. Significa que a Sony se está mesmo a esforçar por chegar às universidades e empresas, tentando revolucionar a forma como a informação é distribuída, eliminando o tremendo desperdício de papel. Têm sido feitas palestras em universidades Japonesas e ainda vão decorrer mais conferências para exposição do produto e ideias, como se vê no site do DPT-S1. No entanto falha em algumas partes, principalmente o preço (que se mantém em 98 000 Ienes)

 

Não é um e-reader convencional, para ler livros sentados num banco de jardim. Realmente, é muito mais direccionado para as universidades, com várias potencialidades que o tornam no subtituto do papel ideal.

Fico à espera que sempre venha para o resto do mundo, a um preço mais reduzido e com venda directa ao público.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:59


Mais sobre mim

foto do autor





Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D